Mostrando postagens com marcador Mídias Sociais para Negócios. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Mídias Sociais para Negócios. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Mídias Sociais para Negócios

Dicas Sobre Mídias Sociais para Negócios

As “ferramentas de mídias sociais” são sistemas projetados para possibilitar a interação social a partir do compartilhamento e da criação colaborativa de informação nos mais diversos formatos.
Eles possibilitaram a publicação de conteúdos por qualquer pessoa, baixando a praticamente zero o custo de produção e distribuição.
Elas abrangem diversas atividades que integram tecnologia, interação social e a construção de palavras, fotos, vídeos e áudios.
Esta interação e a maneira na qual a informação é apresentada dependem nas várias perspectivas da pessoa que compartilhou o conteúdo, visto que este é parte de sua história e entendimento de mundo.

Diferenciação das mídias tradicionais

Dicas Grátis Sobre Mídias Sociais para NegóciosAntes de tudo, as mídias sociais dependem da interação entre pessoas, porque a discussão e a integração entre elas constroem conteúdo compartilhado, usando a tecnologia como condutor.
Mídias sociais não são finitas: não existe um número determinado de páginas ou horas.
A audiência pode participar de uma mídia social comentando ou até editando as histórias.
O conteúdo de uma mídia social, em texto, gráficos, fotos, áudio ou vídeos podem ser misturados.
Outros usuários podem criar mashups e serem avisados de atualizações através de agregadores de feed.
Mídia social significa um amplo aspecto de tópicos, com diversas conotações.
No contexto de marketing de internet, mídias sociais se referem a grupos com diversas propriedades, sempre formados e alimentados pelos usuários, como fóruns, blogs, sites de compartilhamento de vídeos e sites de relacionamentos.
As mídias sociais têm dois aspectos importantes.
O primeiro, SMO, refere-se às características que podem ser melhoradas em uma página, táticas que um webmaster pode aplicar para otimizar um site para a era da mídia social.
Essas otimizações incluem adicionar ligações para serviços como Digg, Reddit e Del.icio.us, para que as páginas possam ser facilmente salvas e compartilhadas.
Marketing de mídias sociais, por outro lado, engloba criação de conteúdo memorável, único e com potencial para virar notícia. Este conteúdo pode então ser espalhado através de sua popularização , ou até pela criação e veiculação de vídeos “virais” no YouTube, por exemplo.
Mídia social é sobre ser social, e isso quer dizer se relacionar e se envolver com outros blogs, fóruns e comunidades de nicho.
Pesquisadores brasileiros, como o professor Marcelo Coutinho, da Fundação Getúlio Vargas, desenvolveram visões bem próprias sobre o poder das mídias sociais.
No capítulo do livro Do Broadcast ao Socialcast, editado pela consultoria Bites, Coutinho traça um paralelo entre a nova mídia e a sua versão clássica.
Outro grande pensador dessa nova forma de relacionamento é o professor Silvio Meira, que entende que a sociedade tem hoje à disposição um instrumento revolucionário que pode alterar não apenas as relações sociais, mas a visão empresarial de algumas marcas de como elas devem se relacionar com os seus consumidores.

O poder das mídias sociais

Novas ferramentas de mídia social vêm surgindo e se estabelecendo, passando por mutações evolutivas naturais – vide os blogs, que nasceram apenas como diários virtuais e tiveram sua natureza diversificada com o tempo, a ponto de se tornarem, inclusive, instrumentos de efetiva geração de negócios, por exemplo.
Isto significa uma grande mudança na estrutura de poder social, pois a possibilidade de gerar conteúdos e influenciar pessoas e decisões, deixa de ser exclusividade dos grande grupos capitalizados, para se tornar comum a qualquer pessoa.
Além disso, a redução do custo de publicação a quase zero possibilita a produção de conteúdos muito específicos também para pequenos públicos – que antes não justificavam a equação econômica.
Liberdade de comunicação interativa, combinada à facilidade de uso das ferramentas para fazê-lo e a uma arquitetura participativa em redes, forma a base da receita para que as plataformas de mídias sociais possam ser classificadas como uma das mais influentes formas de mídia até hoje criada.
Na versão interativa da web, é possível fazer muito mais com muito menos e isso é muito poderoso.

O uso corporativo das mídias sociais

Várias empresas no Brasil já descobriram que o uso das mídias sociais é um poderoso instrumento de marketing de relacionamento.
Casos não faltam para serem analisados, como o atendimento pelo Twitter e Facebook que a Claro hdtv, Bradesco e Ponto Frio fazem para os seus clientes; a estratégia de relacionamento e divulgação utilizada pela Rede Globo; o aproveitamento de conteúdo de blogueiros pela Editora Abril.
 
Essa abordagem em três fases é uma das muitas coisas que faz mídia social tão atraente.
Tudo que você tem a fazer é conectar, relacionar, em seguida, converter.
Simples, não? Não tão rápido.
Há um problema com a mídia social que a maioria dos empresários não gostam de falar sobre.
É o fato de que as métricas, tais como Facebook Curtir, seguidores do Twitter, os seguidores do Linkedin ou mesmo os comentários do blog não se traduzem necessariamente em novos clientes.
Ah, claro, todos nós gostamos de rastreamento nossas métricas de mídia social, especialmente quando os vemos aumentar.
Afinal, cada novo seguidor é um potencial novo cliente.
Infelizmente, isso não é a maneira que normalmente acaba.
Na verdade, alguns dados indicam que, como seus seguidores sociais aumentam, sua taxa de conversão com esses novos seguidores diminui.
Por que é que? É porque a quantidade de sua mídia social seguinte não é quase tão importante quanto a qualidade de sua mídia social seguinte.
Aqui está um exemplo: O que você prefere ter, 1.000 seguidores engajados ou 500 seguidores engajados? É claro que a resposta é que você preferir ter 500 seguidores envolvidos, especialmente se eles se encaixam no seu perfil do cliente.
Afinal, o objetivo de seu programa de mídia social não é obter seguidores, é para receber os clientes.
Aqui estão seis lições importantes para qualquer empresa interessada em transformar seguidores de mídia social em clientes pagantes ...
Likes são grandes: Leads são melhores Como crescer o seu negócio usando Social Media
YOUTUBE: Tem havido uma série de estudos de caso, sugerindo que o YouTube é uma grande plataforma para as empresas,
Instagram, VIDEIRA E SNAPCHAT: Estas plataformas sociais / mobile são os mais adequados para a construção da consciência e para ajudar a posicionar sua empresa como uma visão de futuro, de negócios modernas.